26.6.17



Em momentos com o que a economia do nosso país esta passando, os consultores empresariais ganham relevância, pois acredita-se que esses profissionais possuem os meios e a saída para tirar as empresas da crise. Mas será que é assim mesmo?





DICAS ESTRATÉGICAS PARA O MÉDICO EMPREENDEDOR


1. GERENCIAR PESSOAS


Lidar com a gestão de pessoas talvez seja o maior desafio para um médico empreendedor. Não há nenhum tipo de preparo para isso durante a faculdade, e contratar e gerenciar funcionários é complicado mesmo para quem tem experiência nisso.
Porém, apesar de difícil, esse ponto não pode ser deixado de lado. Contratar pessoas com o perfil certo para sua clínica e priorizar a competência é fundamental para manter tudo andando nos trilhos.
A dica é: preparo. Ao invés de fazer essa gestão de qualquer jeito, procure cursos e especializações que vão te ajudar a lidar melhor com os funcionários e treiná-los do jeito certo.


2. MANTER O CONTROLE FINANCEIRO


A ausência de gestão financeira é um dos problemas mais graves que pode ser enfrentado por um médico empreendedor. Sem esse controle, você pode inviabilizar sua clínica.
O ideal é que você vá além das contas relacionadas a pagamento de funcionário e manutenção das despesas fixas. Separar uma quantia para fazer melhorias no local e outros investimentos é crucial.
E como os seus ganhos mensais não são fixos, variam de acordo com a produtividade da clínica durante o mês, é fundamental que você tenha também uma quantia reserva.
Esse dinheiro será usado em caso de custos emergenciais ou até, na pior das hipóteses, no mês em que o movimento for mais fraco.


3. USAR NOVAS TECNOLOGIAS


Hoje, é muito difícil manter uma boa gestão se você não usa a tecnologia a seu favor. E nada de usar as velhas agendas para marcação de consulta!
Existem muitos softwares que podem auxiliar não só no ajuste de agenda, como também na gestão financeira e na análise dos resultados.


4. CONCILIAR TRABALHO COM VIDA PESSOAL


Se a vida de médico já é corrida, imagine a de um médico empreendedor. As responsabilidades são ainda maiores, e você precisa saber conciliar o trabalho com a vida pessoal.
Planeje sua agenda mantendo pelo menos algumas horas do dia para ficar com a família ou se dedicar aos seus hobbies. Esse período é importante para descansar a mente e o corpo, além de te dar gás para manter a qualidade no atendimento.
Esses pontos são cruciais para evitar problemas como a síndrome de Burnout, que afeta muitos médicos empreendedores. Caracterizada pelo completo esgotamento físico e mental, essa síndrome é provocada pelo excesso de trabalho e pode diminuir muito seu rendimento profissional.


5. TER VISÃO DE MERCADO


Outro grande desafio do médico empreendedor é acompanhar as tendências do mercado. Isso garante que sua clínica não ficará atrás da concorrência.
Leia revistas e sites e procure se especializar em novas áreas. Dessa forma, você garante que seu consultório seja reconhecido como um local de inovação e bom atendimento.
Gostou das nossas dicas para se tornar um médico empreendedor ainda mais eficiente? Então, compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais e ajude colegas e conhecidos da área a ficar por dentro desses desafios.